Quantos tipos de Diabetes existem ?

A doença Diabetes caracteriza-se por descontrolados níveis de açúcar na corrente sanguínea ocasionado por disfunção na liberação da insulina, hormônio que é liberado no pâncreas. É normalmente dividido em tipo 1 e tipo 2. O estudo, realizado pelo Centro de Diabetes da Universidade de Lund, na Suécia e no Instituto de Medicina Molecular da Finlândia, analisou 14.775 pacientes, incluindo uma análise detalhada do seu sangue. Os resultados, publicados no The Lancet Diabetes and Endocrinology, mostraram que os pacientes podem ser separados em cinco diferentes grupos.

  • Grupo 1 – diabetes autoimune grave é basicamente conhecida como tipo 1 clássico – atinge pessoas crianças e jovens, aparentemente saudáveis ​​e o sistema imunológico é incapaz de produzir insulina.
  • Grupo 2 – pacientes com diabetes insulínico deficiente em insulina, inicialmente pareciam muito semelhantes aos do grupo 1 – eram jovens, tinham um peso saudável e lutavam para fazer insulina, mas o sistema imune não respondia.
  • Grupo 3 – pacientes com diabetes resistente à insulina grave geralmente tinham excesso de peso e produziam insulina, mas seu corpo já não estava respondendo ao estímulo.
  • Grupo 4 – diabetes leve relacionada à obesidade foi visto principalmente em pessoas com excesso de peso, mas metabolicamente são mais próximas do normal do que as do grupo 3.
  • Grupo 5 – pacientes com diabetes leve ligados à idade desenvolveram sintomas quando eram significativamente mais velhos em comparação com os outros grupos e sua doença tende a ser mais amena.

Os pacientes do grupo 2 seriam atualmente classificados como de tipo 2, pois não possuem doença autoimune. No entanto, o estudo sugere que sua doença provavelmente é causada por um defeito em suas células beta ao invés de ser ocasionada pela obesidade. Por isso, o tratamento adequado para essas pessoas é o mesmo para pacientes que atualmente são classificados como tipo 1. O grupo 2 apresentou maior risco de cegueira, enquanto o grupo 3 apresentou o maior risco de doença renal, de modo que alguns grupos podem se beneficiar pelo rastreio aprimorado.

Entender a doenças poderia ajudar a personalizar tratamentos e potencialmente reduzir o risco de complicações relacionadas ao diabetes no futuro. No entanto, precisamos saber mais sobre esses subtipos para prescrever o melhor tratamento para indivíduos que vivem com essa condição.

Vita Plena – De olho na ciência e cuidando do seu bem-estar!

http://www.bbc.com/news/health-43246261

DOI: https://doi.org/10.1016/S2213-8587(18)30051-2

Quantos tipos de Diabetes existem ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *